terça-feira, 29 de março de 2011

De galo e de pipocas


Recebi esta piada de minha amiga Ilza Madruga. Especialista nesse tipo de e-mails, ao recebê-los, sempre lanço ao ar estrondosas gargalhadas.

A de hoje, como as outras já recebidas,  adorei!

O Galo de Bagé

"Um velho estancieiro de Bagé vai ao cinema ... E o porteiro pergunta:

- O que é isso no seu ombro?...

- É meu galo de estimação, raça Legorn, comprei na exposição de
Esteio, Tchê!...

- Lamento, senhor, mas não permitimos animais no cinema.

O índio velho aparentemente concorda. Vai ao toalete e enfia o bicho na bombacha.
Volta ... Compra o ingresso, entra e senta-se ao lado de duas senhoras idosas.

Quando o filme começa, o velho gaudério abre a bragueta para o galo veio respirar e o bicho bota o pescoço pra fora, todo feliz.

Uma das idosas cochicha para a outra:

- Acho que o velho ao meu lado é um...um TARADO!...

- Por quê ??? - pergunta a outra.

- É que o cara botou o NEGÓCIO pra fora!!!...

- Ah, não te preocupa, na nossa idade nós já vimos de tudo.

- Eu também pensava a mesma coisa ...Mas o NEGÓCIO DELE tá comendo toda a minha PIPOCA!!!...

2 comentários:

  1. Oh galo veio.....simplesmente SENSACIONAL!!
    Bjks!

    ResponderExcluir
  2. Quando tiveres uma anedotaça manda que eu publico. Bjs.

    ResponderExcluir