quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Receita de Ano Novo

Para você Receita de Ano Novoganhar belíssimo Ano Novo
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
(mal vivido ou talvez sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?).
Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.


Texto extraído do "Jornal do Brasil", Dezembro/1997.

Betty Boop 2


"Betty Boop foi criada pelos ilustradores Grim NATWICK, um veterano animador dos estúdios da Walt Disney e Dave Fleischer.

Para que se entenda a genialidade dos dois artistas, basta ressaltar que as animações eram realizadas através de uma mesa giratória, onde montavam os cenários, feitos de recortes de papelão, sobre os quais eram colocados os desenhos.

Nesse sistema de produção, foi que nasceu Betty e outro famoso personagem, o Popeye (ah!, adorava aqueles desenhos! Muitas vezes tive que comer espinafre para “ficar fortinha que nem ele”)."

Sonhos novos



Sabemos... Que nem todos os sonhos,
Que sonhamos,
É possível realizar...
Alcançar um ideal é buscar vida a fora
Certezas que talvez nunca tenhamos...
Mas sonhar é perseverar...
Insistir... Acreditar...
Mesmo quando surgirem obstáculos...
Estarmos em paz com nós mesmos,
Já é meio caminho andado...
Acreditem vale a pena!!!
É obrigação nossa fazer o melhor por nós...
É dever seu fazer o melhor por você...
Para você...
Aproveite que 2008 está terminando
E o 2009 apenas começando...
Convidando-nos para mudanças,
Dando-nos oportunidades para reavaliarmos...
Sonhos e atitudes...
Acreditem na magia que envolve esse dia...
Mentalizem coisas boas...
Talvez nem todas venham a acontecer...
Mas lembrem-se
A perseverança nada mais é
Que a luta diária,
Que cada novo amanhecer traz...!

Pensem nisso e Feliz Ano Novo!!!

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Ano novo, vida nova


Desse ano, vou levar muita coisa...
Uma lágrima eterna, um abraço apertado,
Um comentário engraçado, uma dorzinha no peito.
teu jeito de olhar, muitos pontos de interrogação,
vários sins e um duvidoso e inseguro não...
Minha bagagem esta demais e completa...
E sendo assim vou pegar uma reta
e cair direto de cara para um novo desafio: viver.
Viver sem me preocupar com as contas, a janta,
Sem tanta insegurança, sem safenar meu coração...
Viver sem aquela chata indecisão de tentar a sorte
ou viver na contra-mão dos acontecimentos,
atropelando a todos e especialmente os meus sentimentos.
É, ano que vem promete...Vou pintar o sete!!
E também os meus cabelos, vou dar minha cara a tapa
e a esteticista, não posso ficar na pista!!
Vou bagunçar o coreto e o ” correto “
E pouco me importo no que isso vai acarretar...
Vou tentar ralar e descascar menos
para deitar e rolar com minha filha...
Vou cruzar pontes e se o outro é uma ilha,
vou mostrar que sol nasce para todos...
É...Vou fazer diferente! É, vou fazer a diferença!
Vou sair da indiferença, da invisibilidade,
do degredo, do medo, da saudade...
Quem está na chuva é para se molhar!
Pois, então, que venha uma tempestade de alegria,
um tornado de poesia, um ano de harmonia...
Pode vir quente que eu estou derretendo...
Eita calor danado! Eita certeza de mudança...
Eita lembrança que fica! Ô ansiedade!!!!
E ai?O quê você me diz?Qual é a sua dica para ser feliz?
E nem vem com esse papo que vou tentar uma nova dieta,
Vou emagrecer...Olha, é melhor ficar quieta...
Quero mesmo é saber o que você vai fazer
com a sua alma, com a sua luz, com o seu destino-
Eita menino indomável! Afinal de contas, ano novo,
vida nova! Clichês à parte, sua vida é a sua maior arte....

Karla Bardanza

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Bettie Page oitentona


"No dia 22 de abril, uma das mais famosas Pin Ups de todos os tempos fez 84 anos! Bettie Page, a rainha das Pin Ups!

Em HQs, os personagens são baseados em atrizes e atores reais de Hollywood e a mocinha da história é baseada exatamente na Bettie.

Ela andou sumida durante muitos anos da mídia e ninguém sabia o seu paradeiro. Andou dando uma circulada entre os famosos. Em 2004, saiu o filme Bettie Page: Dark Angel e, em 2006, o filme The Notorious Bettie Page."

Vida Sexual X Gravidez

Querida futura mamãe!

Se não existem razões médicas para a abstinência sexual, então a futura mamãe não terá de modificar em nada os seus hábitos neste domínio durante toda a gravidez. As relações sexuais muito próximas do nascimento do bebê podem até acelerar o trabalho de parto, pois o esperma masculino contém uma substância, a prostaglandina, que estimula as contrações do útero. Porém, este efeito apenas se faz sentir no colo do útero já pronto para dar à luz.

Se ainda não for a altura certa, a prostaglandina não tem qualquer efeito benéfico para o trabalho de parto. As relações sexuais não prejudicam em nada o seu bebê. Não poderão provocar aborto, uma vez que o feto está bem protegido pela bolsa amniótica e pelo líquido nela contido.


Não deixa, no entanto, de ser verdade que a vida sexual do casal se altera durante a gravidez. Durante os primeiros três meses, as mulheres exprimentam uma diminuição do apetite sexual. Esta pode ser uma reação perfeitamente normal às mudanças hormonais que se estão a processar no seu corpo. Se sentir muitos enjoos e sofrer de fadiga, é bem compreensível que não tenha muita vontade de ter relações sexuais.


Passados os primeiros três meses, pode até acontecer que sinta mais vontade em ter relações sexuais do que antes da gravidez. No decurso dos últimos meses de gravidez, é normal que essa vontade volte a decrescer. (O volume crescente da zona abdominal da mulher poderá tornar a prática do sexo algo desconfortável durante os três últimos meses).

Também o seu parceiro terá de se adaptar à nova situação, muito embora não seja válida para ele a desculpa das mudanças hormonais! Certos homens consideram até o fato de a sua parceira estar grávida sexualmente excitante. Outros há que, ao invés disso, experimentam uma diminuição da libido ao serem confrontados com as mudanças que se operam a nível físico durante a gravidez.

Talvez o seu parceiro interprete a sua falta de vontade como um indício de que perdeu para sempre a vontade de ter relações sexuais, sentindo-se rejeitado...

Certos homens albergam também um medo inconsciente e irracional de que as relações sexuais possam magoar o bebê. Se experimentar qualquer tipo de problemas a nível sexual, é importante discuti-los com o seu parceiro. O sexo durante a gravidez poderá até reforçar a intimidade e a sensação de união que já antes sentiam.

Como é óbvio, não é forçoso que tenha de haver relações sexuais.

O médico poderá aconselhar e até limitar a frequência ou mesmo a evitar as relações sexuais se uma das seguintes situações se verificarem:

- Se já antes ocorreu mais de um aborto nos primeiros meses de gravidez;

- Se durante a gravidez se verificarem hemorragias;

- Se já tiver tido mais do que um parto prematuro, deverá evitar ter relações sexuais nos últimos meses de gravidez;

- Se a grávida sofrer alguma infecção na vagina;

- Se o colo de útero se abrir antes do tempo ou se ameaçar entrar em trabalho de parto antes do tempo;

- Se se tiverem verificado perdas de líquido amniótico;

(Fonte: in Guia da Gravidez)

domingo, 28 de dezembro de 2008

Maquinista ou passageiro?


Amigos! Amigas!

Dentro de um dia, um Ano Novo vai chegar a esta estação.

Se não puder ser o maquinista, seja o seu mais divertido passageiro.

Procure um lugar próximo à janela, desfrute cada uma das paisagens que o tempo lhe oferecer, com o prazer de quem realiza a primeira viagem.

Não se assuste com os abismos, nem com as curvas que não lhe deixam ver os caminhos que estão por vir.

Procure curtir a viagem da vida, observando cada arbusto, cada riacho, beirais de estrada e tons mutantes de paisagem. Desdobre o mapa e planeje roteiros.

Preste atenção em cada ponto de parada e fique atento ao apito da partida. E quando decidir descer na estação onde a esperança lhe acenou, não hesite.

Desembarque nela os seus sonhos…

Desejo que a sua viagem pelos dias desse novo ano seja de PRIMEIRA CLASSE!  

FELIZ 2012 !

Pin-up mais famosa

"Nos anos 50, surgiu a garota que se tornaria um ícone das pin-ups e da cultura pop. Bettie Page teve uma infância e adolescência de dificuldades em Nashville, nas quais passava o tempo imitando suas atrizes de cinema favoritas.

Apesar de trabalhar como modelo desde os 20 anos de idade em San Francisco, foi somente quando se mudou para Nova York, com 27 anos, que Bettie entrou para a galeria das garotas mais sensuais ao virar modelo de fotógrafos como Jan Caldwell, H.W. Hannau e Bunny Yeager.

Suas aparições na Playboy, em calendários, cartas de baralho, outdoors e vários outros produtos em situações provocantes a tornou a “rainha das pin-ups."

sábado, 27 de dezembro de 2008

Pin-up X Poder feminino


"As pin-ups mostraram o poder das mulheres muito antes do feminismo e da revolução sexual. Nas décadas que antecederam o surgimento desses movimentos libertários dos anos 60, a ilustração e a fotografia de garotas atraentes ou famosas já revelavam os primeiros sinais da liberação feminina, ao mostrar o poder do corpo e da sensualidade da mulher na cultura popular."


r

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Inspiração em PIN-UPS


"Com a vertiginosa ascensão da cultura pop e do american way of life nos anos seguintes ao final da Segunda Guerra, a beleza e o estilo das pin-ups criadas por Vargas ganharam novas versões em diferentes estéticas e em outras culturas.

O cinema – não só o americano, mas também o europeu – foi uma das manifestações artísticas que incorporou as pin-ups ao seu universo.

Em Hollywood, destacaram-se atrizes como Marilyn Monroe e Jayne Mansfield, enquanto na Europa surgiram Sophia Loren e Brigitte Bardot. Em todas elas o padrão das pin-ups popularizadas pelas ilustrações de Vargas permaneceu: mulheres bonitas com seios volumosos, cinturas finas, quadris bem delineados, pernas torneadas e ar sensual.

Além disso, tanto nas ilustrações e fotos das revistas masculinas como no cinema, o erotismo era um dos principais atributos das pin-ups."

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

FELIZ NATAL!

Esta Pin-up está aqui para desejar a todos os meus amigos e amigas um FELIZ NATAL!

FELIZ NATAL



Queridos amigos!

Hoje é um dia muito especial e esperado com muita ansiedade pelas pessoas que acreditam encontrar, no AMOR, na Paz, na SOLIDARIEDADE e na UNIÃO FAMILIAR, saídas para as infinitas mazelas e injustiças do cotidiano.

À noite, quando estiverem reunidos como seus afetos, brindem à VIDA, ao AMOR e à Esperança por um mundo melhor, mais humanizado e com menos diferenças entre as pessoas.

Um lindo e FELIZ NATAL para vocês!


O QUE FIZERAM DO NATAL

Natal.
O sino longe toca fino,
Não tem neves, não tem gelos.
Natal.
Já nasceu o deus menino.
As beatas foram ver,
encontraram o coitadinho
(Natal)
mais o boi mais o burrinho
e lá em cima
a estrelinha alumiando.
Natal.

As beatas ajoelharam
e adoraram o deus nuzinho
mas as filhas das beatas
e os namorados das filhas,
mas as filhas das beatas
foram dançar black-bottom
nos clubes sem presépio.

Autor: Carlos Drummond de Andrade


Novos Tempos...

É tempo de agradecer as infinitas bençãos recebidas e perceber o milagre da renovação acontecendo em nossas vidas , a cada ciclo que se fecha, para outro que se abre simultaneamente.

É tempo de soltar todas as lembranças ruins, de uma época pautada por ásperas lutas, testes e provas, as quais superamos com êxito, amparados tão somente na nossa fé, constância e determinação.

É tempo de analtecer os que chegaram somando forças aos nossos ideais e mesmo aqueles que chegaram para mimá-los ou comprometê-los, pois estes foram também nossos mestres indiretos e, sem que percebessem, cumpriram importante papel, treinando a nossa humildade, nossa capacidade de discernir, compreender, silenciar e relevar.

É tempo de abrir os braços para o futuro e vislumbrar uma longa avenida ensolarada, como justa recompensa por todas as sementes de legítimo amor que fomos lançados ao longo da jornada, ainda que muitas vezes em áridos torrões.

É tempo de reconhecer que o mundo lá fora não mudou, mas que grandes e significativas mudanças ocorreram dentro de nós mesmos, deixando-nos mais habilitados e fortalecidos para lidar comos pequenos ou grandes revezes da vida.

É tempo de pedir perdão à Vida, pelas vezes que não soubemos compreender as suas Leis exatas e perfeitas.

De perdoarmos a nós mesmos e pedirmos perdão a todos aqueles que ferimos por ignorância ou pelos ditames do egoísmo e da imaturidade, decorrentes da insignificância do nosso grau evolutivo.

É tempo de crer ainda mais profundamente no amor - o verdadeiro amor - aquele que redime, liberta, que tudo oferece dadivosamente, sem esperar qualquer benesse ou imediata recompensa.

É tempo, enfim, de dobrarmos os joelhos em sincera oração, num ato de total abandono e confiança no Deus da nossa compreensão, que conhece os nossos desígnios, que sonda nossos corações, guia nossos passos e, por fim, conduz a nossa embarcação ao ser verdadeiro e definitivo destino.

Autora: Fátima Irene Pinto

A ... VOCÊS ....

NATAL, festa de um, de muitos amigos,
Que trazem no peito sentido,
O valor da renovação.
São alguns que, longe, distante,
Se fazem presentes, neste instante,
Juntando, par a par, um coração.

A mensagem que ora lhes faço,
Traz, sempre, a alegria e o traço,
De quem feliz quer se ver.
Acreditando, no entanto, que a felicidade
Traz uma proporcionalidade,
Do se se dar ou se querer.

A cada um dos presentes,
Apesar de alguns ausentes,
Levo e deixo minha moção.

Pensem, sintam e se situem,
Naqueles que não excluem,
O amor do coração!

Autora: Mercedes Silva


NATAL

Natal! Mais um Natal!
Eu, tu, ele, nós, vós, eles estamos convictos de que o Natal foi feito para nós.
Não existem palavras que possamos escrever, anos após anos, para manifestar a alegria, a solidariedade, a paz, a comunicação e o amor que o Natal produz em nós.

São tantos os votos que nos desejamos, que às vezes os consideramos irrealizáveis ou ao menos um pouco exagerados.

Mas a realidade, o fato, o acontecimento do Natal, em todas as línguas, povos e nações, onde existe um cristão, são o mesmo, a certeza de que existe um Deus que, de tão amoroso que é, por nós, se fez homem e habitou entre nós. Milagres do Amor.

O primeiro Natal, o histórico, se foi. Vivemos o da Fé e o da Esperança. Mas em ambas as circunstâncias, só o Natal do Amor o faz existirem.

Você me amou ao me mandar o seu cartão, eu o amo ao retribuir e vice-versa. Assim é Natal para você, é Natal para mim, porque Ele permanece entre nós.

Que Maria a Mãe deste Deus Amor, torne esta realidade presente entre nós. Obrigado pelas suas mensagens, gestos, orações, pensamentos, presentes, enfim tudo o que manifestou o seu amor, por mim, neste ano que passou, perdoe-me pela falta do meu. ..

Feliz Natal! E que 2009 seja um ano de realizações, saúde e muita paz na sua vida! São os votos do seu filho, amigo, irmão, pai, confrade:

Pe. Luis Rogério Carrilho Cruz, CSsR.


(Fonte: Velhos Amigos, o Site da Maturidade)

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Outros tipos de pin-ups

Em HQs, uma pin-up é simplesmente uma arte que ocupa uma página inteira, costumeiramente sem diálogo, que exibe um personagem ou grupo de personagens, ou um acontecimento significativo, publicado numa edição regular ou especial e que não foi pensada para tornar-se um poster.

Em publicações profissionais para fãs de filmes e séries de televisão, uma pin-up pode representar uma fotografia posada dos atores ou atrizes do assunto em pauta, mas pode também exibir cenas específicas especialmente fotografadas para fins de divulgação (os chamados stills). (Fonte: Wikipédia)

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Pintor de Pin-ups 4


Gil Elvgren:

Considerado injustamente e por muito tempo como um artista meramente comercial, hoje, o trabalho do norte-americano é exposto em galerias de todo o mundo.

Gil Elvgren começou a ilustrar pin-ups na década de 1930 e só parou 40 anos depois. A fama de comercial deve-se ao fato de que a maioria de seus desenhos eram criados para ilustrar campanhas publicitárias, como as propagandas da Coca-Cola.

As pin-ups de Elvgren ilustravam principalmente calendários. O artista morreu em 1980.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Pintores de Pin-ups 3



HAJIME SORAYAMA

Hajime, artista japonês, é considerado como um dos maiores gênios da ilustração hoje.

Esse ilustrador ressuscitou as pin-ups através de garotas futuristas. É comparado a Alberto Vargas por seus traços ousados e pela criatividade sem limites.
Misturando realidade e ficção, criou otermo Sexy Robot, em 1979, numa alusão às mulheres robôs, ilustradas em poses sensualíssimas e que vêm servindo de inspiração para quadrinistas modernos.
É um dos ilustradores da revista Penthouse.


Tartarugas sem casco

Encontrei, no caderno CIÊNCIAS de ZH, explicações do como as tartarugas desenvolveram o casco. Achei muito interessante e reproduzo o que li sobre esse milenar "animalzinho"

Segundo a revista científica britânica Nature, a evolução do casco da tartaruga iniciou pela ossificação das superfícies neurais e do alargamento das costelas dorsais da parte inferior do corpo. "As extensões ósseas da coluna vertebral e as costelas se alargaram e cresceram juntas para formar uma rígida coberta protetora".

Descobri que a tartaruga locomove-se lentamente, devido a esse casco enorme de cor esverdeada e que, segundo fofoqueiros históricos, antes de virar esse bichinho nadador que carrega a casa nas costas, era um dinossauro.

Sempre fui fã de todo o tipo de cágado tanto pela brincadeira que podia fazer ao retirar o acento do "apelido tartaruguês" como pelo prazer que sentia ao desenhar e presentear meus colegas com imagens de tartarugas mal-humoradas com essa aí embaixo...

domingo, 21 de dezembro de 2008

Pintores de PIN-UP 2


GEORGE PETTY

Considerado como um dos reis das pin-ups, George Petty, pintor norte-americano, começou a carreira como fotógrafo. Foi na década de 20 que abriu um estúdio e iniciou as pinturas de belas mulheres. Petty Girl, sua primeira pin-up foi inspirada na figura de sua esposa e na filha única.

Em 1933, ilustrou a capa da revista Esquire. Após o sucesso do trabalho realizado para essa capa, especializou-se em imagens para calendários e propagandas.


Morreu em 1975.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Pintores de PIN-UPs 1


Alberto Vargas: Peruano, o ilustrador mudou-se para os Estados Unidos em 1916. Vargas era filho de fotógrafo e desenhava para cartazes de teatro de revista e filmes de Hollywood. Ficou famoso por clicar musas como Marilyn Monroe e Ava Gardner.

Suas pin-ups são conhecidas como Vargas Girls e foram publicadas, inicialmente, na década de 40, pela revista Esquire.

Considerado por muitos colecionadores como o maior ilustrador de pin-ups da história, Vargas morreu em 1982, quando as garotas de papel já tinham perdido o glamour.

Palavras sábias...


"Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos. E, por estranho que pareça, sou grato a esses professores." (Kalil Gibran Kalil)

"Se não tens nada de bom a dizeres sobre alguém, não dizes nada."

"Cada um deve ser feliz a seu modo e jamais copiar a felicidade alheia." (Mantegazza)

"Não basta simplesmente fazer o bem: é preciso ser bom." (Krischna)

Humor natalino

O Natal se aproxima e não se pode perder o bom humor, por isso "roubei" algumas piadas da internet para "presenteá-las" a vocês.










sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Pin-up 11


Em publicações profissionais para fãs de filmes e séries de televisão, uma pin-up pode representar uma fotografia posada dos atores ou atrizes do assunto em pauta, mas pode também exibir cenas específicas especialmente fotografadas para fins de divulgação (os chamados stills). (Fonte: Wikipédia)

Mesa natalina

Amigos, quem já não passou por algum constrangimento ao manusear talheres ou qual copo pegar primeiro durante um jantar mais sofisticado? Embora eu prefira uma mesa bonita, criativa e simples, sempre é bom saber como organizar uma ceia mais elegante.

Uma mesa bem posta soma pontos significativos para a anfitriã. Dominar o seu manuseio também é importantíssimo numa ocasião solene como a NOITE de Natal.


Saber usar garfos, facas e copos não é tão difícil assim e pode salvar os usuários de situações, às vezes, desastradas. Imaginem se alguém os convidar para um jantar mais formal? O que fazer? Se treinarem na própria casa, ninguém pagará nenhum mico.

Porque sempre tive dúvidas quanto à disposição correta de copos e talheres, qual a altura ideal para um arranjo de mesa, resolvi pesquisar isso tudo e encontrei dicas preciosíssimas, que publico aqui.

Os talheres:

Esses objetos são dispostos de acordo com a sequência do cardápio, de fora para dentro, não importa se o primeiro prato é sopa, salada ou peixe. O mais distante do prato é o primeiro a ser usado.


A faca será disposta sempre com a lâmina para dentro.

Os talheres de sobremesa ficam acima do prato, na horizontal: a faca, se necessária, perto do prato, com a lâmina para dentro; o garfo, com o cabo para o lado esquerdo e a colher, logo acima, com o cabo para o lado direito.


Quando for cortar, o garfo sempre fica na mão esquerda e a faca, na direita. Ao comer, a faca fica acima do prato e o garfo vai para mão direita.

Quando terminar, garfo e faca devem ser dispostos lado a lado sobre o meio do prato, com os cabos voltados para o lado direito. A faca é usada somente para cortar e nunca para empurrar a comida.

Os copos e as taças :

Um jantar formal exige quatro copos do mesmo jogo para cada convidado, que devem ser dispostos acima do prato, em linha decrescente, de acordo com a ordem de bebidas que forem servidas. Próximo ao prato fica o de água (será sempre o copo maior). O de champanhe (em taça de formato alongado) vem em seguida, ligeiramente deslocado para o centro da mesa.

Alinhados com o copo de água ficam os copos de vinho tinto (médio) e o de vinho branco (menor).

Se vocês seguirem os esquemas abaixo, poderão receber as pessoas mais exigentes, sentir-se-ão seguros e farão o maior sucesso como ótimos anfitriões.


Mesa de Jantar Estilo Europeu
Mesa jantar Europeu

1. Garfo de Sobremesa
2. Faca de Sobremesa
3. Prato e Faca de manteiga
4. Garfo de Salada
5. Garfo de Jantar
6. Guardanapo
7. Prato de Sopa
8. Prato de Serviço
9. Faca de Jantar
10. Faca de Salada
11. Colher de Sopa

12. Colher de chá
13. Copo de Vinho Branco
14. Copo de Vinho Tinto
15. Copo de Água
16. Pote de água para lavar as pontas do dedos

Ainda pode se acrescentar ao lado do garfo de salada, o garfo de peixe. O mesmo com a faca.


Mesa de Jantar Estilo Formal
Mesa Jantar Formal

1. Prato e Faca de manteiga
2. Prato de Salada
3. Garfo de Salada
4. Garfo de Jantar
5. Guardanapo
6. Prato de Sopa
7. Prato de Serviço
8. Faca de Jantar
9. Colher de Sopa

10. Colher de Chá
11. Pires e xícara de Chá (Opcional)
12. Copo de Vinho Branco
13. Copo de Vinho Tinto
14. Copo de Água

Ainda pode se acrescentar ao lado do garfo de salada, o garfo de peixe. E o mesmo com a faca.


Cá entre nós, será que, com tantos garfos, facas, pratos e copos, não se perde a vontade de comer?

Repito, prefiro uma mesa simples e bonita como a da foto ilustrativa lá em cima, mas... e se eu acertar na MEGA SENA? SOZINHA?

Tenho que torrar o dinheirinho...

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Pin-up 9

Muitas “pin ups” eram fotografias de celebridades consideradas sex symbols. Betty Grable foi uma das mais populares dentre as primeiras “pin-ups”. Um de seus posters tornou-se onipresente nos armários dos soldados norte-americanos durante a Segunda Guerra Mundial.

Outras pin-ups eram trabalhos artísticos, freqüentemente representando versões idealizadas do que alguns imaginavam ser a representação de uma mulher particularmente atraente.

Um exemplo antigo do último tipo foi a Gibson girl (garota de Gibson), desenhada por Charles Dana Gibson. O gênero também deu origem a vários artistas especializados, tais como Gil Elvgren, Alberto Vargas, George Petty e Art Frahm.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

O Rei dos animais

Panthera leo é o nome científico do leão, felino originário da Europa, Ásia ou África, esse belo animal possui a pelagem variando entre o amarelo-claro e o marrom-escuro, "com as partes inferiores do corpo mais claras, ponta da cauda com um tufo de pelos negros (que encobrem um esporão córneo, para espantar moscas) e machos com uma longa juba."

Grandes caçadores, os leões alimentam-se de antílopes, zebras (coitadinhas), búfalos, elefantes solitários e, quando esfomeados, tudo o que se mover, vai direto para o estômago...
Freqüentemente, o leão confronta-se com hienas, estejam estas em bandos ou não,com a finalidade disputarem território e carcaças.

É conhecido como o rei dos animais, porque pontua a cadeia alimentar terrrestre e por sua imponência, força e bravura. Apesar de sua aparente selvageria, os leões são os felinos mais sociáveis dentre os animais da espécie, chegando a agrupar-se em "família" de quarenta indivíduos, a maioria fêmea (como sempre, o "mulherio dominando!).

Ele é tido como o rei das selvas (o leopardo é mais temível e feroz), e vive hoje na região ao sul do Saara, na África e a noroeste da Índia, na Ásia. Isso foi o que lhe restou, pois vivia na África, Ásia Menor, Sudoeste da Ásia e a Europa, desde a Espanha até a Bulgária.

Embora, em muitos países, a caça ao leão esteja proibida, a destruição de seu habitat continua sendo uma ameaça grave para a sobrevivência da espécie.

Aos dois ou três meses de idade, o leão chega a plenitude de sua força. No vigor da juventude é agressivo, ágil e feroz. Dedica-se com crueldade aos prazeres da caça. Um dia, é chamado pelo amor. Torna-se melancólico. Rebanhos de antílopes e zebras passam pela sua frente e ele não se perturba. Pode até conviver algum tempo com eles, em boa paz. Nesse momento, tudo o que lhe interessa, é encontrar a leoa de seus sonhos... Procura-a em toda parte, até que, finalmente, a encontra. Passeia em sua frente, exibe-lhe a bela juba recém-crescida, seu orgulho. Depois que acasalam, nenhuma outra leoa o atrai - é fiel até o fim da vida. Mesmo que sua esposa morra ou seja capturada, o leão não procura outra. A leoa viúva ou separada, fica solitária até morrer.

Como reconhecer os machos das fêmeas?

O macho é bonitão, pode ser reconhecido por sua estatura imponente, sua juba exuberante, chegando a pesar de 150kg a 250 kg e mede 2 metros de comprimento mais a cauda e tem 1 metro de altura.

O rugido do leão pode ser ouvido a 9 km de distância, costuma ser emitido em três momentos: quando os machos saem em caçada ao anoitecer, quando a caça tem êxito e ao amanhecer. Os leões vivem em média de 20 a 25 anos.

Os leões jovens são ferozes e atacam o homem sem nenhuma provocação, pois estão acometidos de uma crise de agressividade, por isso são rapidamente capturados por caçadores. Os que não são capturados, logo adquirem hábitos mais calmos quando termina a adolescência.

Se um macho menor se dá conta de que está em desvantagem, a confrontação não costuma terminar em luta. No caso de haver uma briga, a juba ajuda a amortecer os golpes e dentadas do oponente.

Já as fêmeas, consideradas feias, são um pouco menores do que o macho, com peso variável entre 120kg e 185 kg, têm a exclusividade de caçar para alimentar a si, ao "rei" e à prole enquanto o gostosão fica em "casa", cuidando do território e dos filhotes (e ele que é o rei, triste ironia!). Creio ser isso fofoca da "oposição"!

É a leoa quem governa a família (muito corajosa e decidida). Quando várias famílias estão no mesmo local, as leoninas revezam-se nos cuidados com os filhotes. Repito, são elas que caçam para a família, enquanto o leão a protege. O rei é o primeiro a comer a presa.

A leoa é um animal feio em relação ao leão, mas tem o corpo esbelto, movimentos ágeis e músculos fortes. Seu pelo é curto, marrom, rosado ou bege uniforme. O passo é lento e seguro; o olhar altivo e penetrante. Com sua força, é capaz de quebrar a coluna vertebral de uma zebra e tem todas as qualidades necessárias para ensinar os filhotes a caçar.

A gestação dura de 102 a 113 dias. Ao dar à luz, dois ou três filhotes, a leoa procura um matagal. O leão nasce e tem aparência de um gato adulto e, nas primeiras semanas, tudo o que faz é mamar e dormir. Com dois meses, já caminha rapidamente e emite sons semelhantes a miados. Aos seis meses, abandona o leite materno e, durante esse tempo, o pai é excluído do lar e fica de sentinela nas proximidades, enquanto a mãe cuida de sua família. Aos oito meses, os leões já acompanham a mãe na caçada, mas ficam só olhando. Após algum tempo, são submetidos a um teste e, pouco a pouco, vão dominando a técnica de caçar. Com um ano de vida, os leões tem o tamanho de um cachorro grande. Com dois anos já se protegem do perigo e se sustentam sozinhos. A leoa deixa-os e vai criar nova ninhada.


Ainda não está satisfatoriamente explicado por que é que a juba do leão cresce mais quando ele está em cativeiro. Há também outras incógnitas: em liberdade, a leoa dá cria a cada dois anos; mas, quando o casal vive em cativeiro, nascem filhotes todo ano. Além disso, não se sabe explicar para que serve a espécie de unha que o leão tem no final da cauda escondida entre o tufo de pêlos.

Os leões podem ser domados com facilidade e existem casos em que foram criados como animais de estimação, fiéis e dóceis como cachorros.

Como a maioria dos felinos, ele também é bastante curioso, e qualquer objeto estranho para ele o amedronta e o afugenta: uma bandeira num mastro, uma roupa no varal ou um espantalho. Se estiver devorando uma presa e for surpreendido bruscamente, chega até a abandonar a presa, para pôr-se em fuga. Não importa o causador da surpresa; pode ser até um pequeno gambá. (Metido a valente, mas...)

(Pesquisa feita na Wikipedia)


Pin-up 8

Pin-up também pode se referir a desenhos, pinturas e outras ilustrações feitas por imitação a estas fotos. O termo foi documentado pela primeira vez em inglês em 1941; contudo, seu uso pode ser rastreado pelo menos até a década de 1890.

As imagens “pin up” podiam ser recortadas de revistas
,jornais,cartões-postais, cromo-litografias e assim por diante.

Tais fotos apareciam freqüentemente em calendários
, os quais eram produzidos para serem pendurados (em inglês, pin up) de alguma forma. Posteriormente, pôsteres de “pin-up girls” começaram a ser produzidos em massa. (Fonte: Wikipédia)







segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Pin-up 7


Como dizia Vinicius de Moraes: "As feias que me perdoem, mas a beleza é fundamental"
Exagero dele!

Conheço muita feinha que é um assombro de tanta beleza... Paradoxal?


Que a beleza seduz disso ninguém dúvida. Acreditam que "meninos" e "meninas" estão adorando essas garotinhas, digo, pin-ups girls? (Um segredinho: sou apaixonada po tudo que remete a pinturas, desenhos, criatividade e esse tipo de arte é "um prato cheio" para os meus olhos!)

Agnóstico X Ateu


Sabem a diferença entre ser AGNÓSTICO e ser ATEU?

AGNÓSTICO vem de AGNOSIA ( = desconhecimento) e significa crença num deus desconhecido.

A expressão é atribuída a T.H.Huxley, cientista inglês, que adotou esse termo para "descrever seu próprio estado mental, não por negar Deus, mas para expressar a dúvida quanto à possibilidade de atingir o conhecimento e para protestar contra a ignorância a respeito de um grande número de coisas".

ATEÍSMO nega a existência de Deus.
Essa palavra surgiu no século 16, durante a inquisição.

domingo, 14 de dezembro de 2008

A má fama dos pelotenses


De onde veio a fama de os pelotenses serem gays?

No fim do século XIX, os produtores de charque, já podres de ricos, mandavam os filhos estudarem na Europa, dando preferência à França, considerada o "top de linha" em matéria de sofisticação e de cultura.

Segundo o historiador José Plínio G. Fachel, "os pelotenses voltavam da Europa com modismos e roupas diferentes, afrescalhadas para o homem rude local." Pareciam efeminados demais, daí a fama de "bichinhas" foi um pulo.

Essa fama foi alimentada pela ira das populações onde a Revolução Farroupilha fazia jorrar sangue a revel, porque Pelotas permanecera neutra naquela revolução e, por localizar-se longe da fronteira, não se envolveu nos conflitos com os castelhanos e nem com os farrapos.

Viram no que dá o recalque e a raiva em relação a alguém?

Sem comentários...

Pin-up 6

Quando nos sentirmos "gordinhas", será bom pendurarmos uma bonitona dessas perto de um espelho.Pode servir como uma "chicotada" em nosso ego...